Governo começa a definir o processo de cobertura da TDT

O Governo irá propor a existência de seis coberturas nacionais e regionais para a TDT, as quais serão implementadas em duas fases: uma no Litoral e outra no resto do país.

As informações são do Secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, e foram dadas hoje durante o VI Fórum Telecom e Media.

Paulo Campos adiantou também que a prioridade do novo sistema são os canais de acesso livre. A expectativa do governo é que, em 3 anos, 99% da população tenha acesso à televisão digital terrestre.

Já o switch-off analógico deve ser iniciado num prazo máximo de dois anos e meio no litoral e de quatro anos no resto do país.

O secretário de Estado Adjunto adiantou ainda que o Governo vai propor restrições de participação no processo de introdução do serviço TDT a entidades que já dominem plataformas digitais, sendo que um dos critérios para a atribuição da licença será a velocidade com que a operadora espalhará o serviço pelo país.

As informações são do Diário Económico.
 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s