PT irá subsidiar descodificadores às pessoas de menor rendimento

A afirmação foi do presidente da PT, Zeinal Bava, em entrevista concedida ao Correio da Manhã e publicada ontem. Apesar da declaração, ele não explicou como será esse subsídio e nem quando ele será colocado em prática. Quanto aos preços dos descoficidadores, Bava acredita que os valores devem cair e, com o tempo, podem chegar a 50 euros.

Transcrevo aqui a entrevista completa. A reportagem é da jornalista Teresa Oliveira.

Na sua óptica, qual a importância da TDT (Televisão Digital Terrestre) no audiovisual português?

– Para nós a TDT representa a televisão digital para todos. Vamos conseguir que o nosso País contemple a migração do sinal analógico para o digital dentro daquilo que é o cronograma que a União Europeia obriga. E talvez até antecipar. A Portugal Telecom tinha dito que a 29 de Abril ia fazer um piloto. Vamos cumprir. Falámos de oito a dez localizações, estamos a trabalhar para surpreendermos com mais de dez.

– Quais as localidades previstas para as emissões experimentais?

– Tentámos abranger vários concelhos para poder dar essa experiência ao maior número de pessoas, não só nos centros urbanos, mas também no Litoral e no Interior do País, bem como nos Açores e na Madeira.

– O que oferece a TDT aos consumidores?

– Vai garantir que tenhamos uma televisão com melhor imagem e som e eliminar, definitivamente, os problemas de recepção de televisão que existem, efectivamente, no País, em algumas zonas. E, finalmente, vai permitir dar aos portugueses uma experiência digital. As pessoas vão poder ter o seu TV guia na televisão e, dependendo da caixa que adquirirem, poder gravar os programas que quiserem e, inclusive, parar a emissão… Ou seja, parte da experiência que hoje damos no Meo vai passar a estar disponível e vai ser grátis. Isto é um salto qualitativo na oferta de televisão no nosso País. A televisão é um conteúdo que os portugueses gostam e espero que com a TDT possam ter uma experiência melhor. E há um aspecto muito importante para apoiar os consumidores, que passa pela identificação dos equipamentos que vão ser compatíveis com TDT. Os consumidores têm que ter presente que nem todas as caixas TDT vão funcionar em Portugal e nem todos os televisores estão preparados para ter TDT. Por isso têm de procurar por esta identificação, que valide o seu funcionamento em Portugal.

– Mesmo os novos televisores?

– Mesmo os novos. Em Portugal o descodificador tem de ser MPEG4 (tecnicamente tem a ver com o tipo de compressão). Mas, para evitar que as pessoas tenham de se preocupar com questões de tecnologia, o que estamos a tentar criar, como parte do Fórum-TDT, é uma identificação dos equipamentos que funcionam em Portugal. Portanto, o consumidor vai poder identificá-los e, deste modo, estar confortável quando comprar o televisor e a caixa, sabendo que vai funcionar.

– Qual o valor que a PT tem previsto para as caixas descodificadoras?

– Os preços das caixas que existem no mercado ainda vão evoluir. As mais sofisticadas (que têm disco rígido e que permitem gravar) podem custar 150 euros e as mais simples podem ficar na ordem dos 50 euros. Espero que, quando a TDT efectivamente acontecer, possamos tê-las a esse valor. É nisso que estamos a trabalhar. Acredito que uma aposta da indústria portuguesa pode contribuir para que fiquem mais baratas também. E, já o disse e reforço, para certos segmentos de mercado vamos subsidiar a caixa. Isso vai permitir que as pessoas de menor rendimento não tenham de se preocupar, pois a PT vai disponibilizar as caixas a um preço muito mais acessível do que o de mercado.

– Com este passo tecnológico, a PT pretende ir ainda mais longe e produzir conteúdos?

– A PT não vai produzir conteúdos. A PT compra ou agrega conteúdos. O Meo Kids é um excelente exemplo de agregação de conteúdos para crianças. É um espaço que criámos no Meo para que as nossas crianças encontrem no Meo tudo o que querem, não só em termos de canais de televisão, como também jogos, vídeos. E que isso possa tornar a experiência de TV mais aliciante e desafiadora para elas. Vamos também incluir vídeos lúdicos e didácticos, desde tocar piano até aprender esgrima ou a jogar futebol com um dos nossos embaixadores (Vítor Baía, Rui Costa e Ricardo Sá Pinto).

– Essas ferramentas ainda estão a ser criadas?

– O Meo Kids já existe, vai evoluindo e pretende ser, sobretudo, uma plataforma onde as crianças podem aterrar e sentir-se completamente tranquilas e identificadas e onde os pais não têm a preocupação que eles consultem conteúdos que não devem. Tivemos também esse cuidado na concepção e desenvolvimento deste espaço.

– Por que razão a PT quis ser pioneira no IPTV?

– O nosso País estava atrasado em relação ao resto da Europa e a PT quis antecipar a experiência TDT colocando Portugal em primeiro lugar. Mas por que é que o ‘switch-off’ [apagão analógico] é importante? Hoje em dia, para os quatro canais analógicos, ocupa-se uma faixa de espectro grande. Quando passa para o digital, em vez de ocupar um metro, ocupa meio metro. Portanto, esse chamado espectro remanescente, ou dividendo digital, vai ser muito importante para o desenvolvimento de outros serviços como o Mobile TV ou o DVBH. Vamos sair todos a ganhar, porque mais espectro significa mais serviços, mais serviços significa melhor qualidade e diversidade para os consumidores.

– É um dos mais jovens presidentes de uma grande empresa. Como se sente por estar à frente de tão importante evento televisivo no nosso País?

– A PT tem hoje 32 mil trabalhadores no Mundo, 15 mil em Portugal e sinto que temos um nível de mobilização enorme em torno do nosso projecto. Voltámos a acreditar que era possível crescer em Portugal e também no Brasil e em África. Em 2008 decidimos que o desígnio da empresa era crescer, mesmo num contexto económico desafiante. Com o lançamento do Meo, inventámos o futuro, o nosso futuro. E por isso, no quarto trimestre do ano passado, crescemos. E não há nada mais estimulante para nós do que ter o reconhecimento dos consumidores. E por isso, sempre que posso, agradeço a confiança que os consumidores têm nos nossos serviços e é essa confiança que nos motiva a fazer mais e melhor. Já temos 70 milhões de clientes no Mundo e queremos atingir os 100 milhões.

– Estamos a falar de um grande investimento?

– Naturalmente. No ano passado, em Portugal, entre o fixo e o móvel, investimos 650 milhões de euros. E dissemos que este ano não vamos investir menos. Vamos continuar a contratar quadros jovens para reforçar o nosso posicionamento como a melhor escola de gestão e de engenharia em Portugal.

PERFIL: ZEINAL BAVA

Presidente executivo da Portugal Telecom, Zeinal Bava, 42 anos, é licenciado em Engenharia Eléctrica e Electrónica pela University College London (Reino Unido) e conta no seu currículo com três eleições para melhor director financeiro da Europa, da ‘Institutional Investor’. Foi director executivo do banco de investimento Merrill Lynch, Deutsche Morgan Grenfell e da Warburg Dillon Read. Na PT, Zeinal Bava esteve envolvido nos mais variados projectos e áreas de negócio: internacionalização, TV Cabo, PT.Com, PT Comunicações, PT Multimédia e TMN. Nasceu em Moçambique, é casado e tem três filhos.

‘PIONEIROS NO IPTV PORTUGUÊS’

O presidente executivo da PT, Zeinal Bava, refere que a empresa foi pioneira no IPTV em Portugal. ‘E não só. Somos o operador de maior sucesso de IPTV na Europa. Já referi o nível de penetração que conseguimos nos últimos 11 meses, que é dos maiores recordes europeus, para não dizer mundiais’. Bava admite que o quinto canal ‘era mais um dos atractivos para as pessoas comprarem as caixas compatíveis com TDT’, mas as vantagens não se esgotam ali. Para o presidente executivo da PT, uma das grandes vantagens da televisão digital é o facto de acabar com as dificuldades de sinal. ‘E se a pessoa for cliente de banda larga da empresa poderá haver alguma interactividade’, explica.

2 responses to “PT irá subsidiar descodificadores às pessoas de menor rendimento

  1. Laurentino ( scholes )

    Podiam Baixar mais o Preço…

  2. A qualidade da imagem é bastante boa, mas os preços dos descodificadores não é convidativo,pois deviam ser mais baratos derivado à crise que atravessamos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s