A possível entrada da PT na TVI: Autoridade da Concorrência em férias?

Caso a PT realmente compre 30% das acções da TVI, cuja negociação foi anunciada anteontem à CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários), Portugal corre o risco de estar a avalizar a formação do mais influente e poderoso grupo televisivo da história do país, talvez ainda mais forte do que o antigo monopólio da RTP.

Digo isso porque na época em que só existia a RTP, a televisão era exclusivamente terrestre. Hoje a PT possui:

  • As concessões para a TV digital, não só o monopólio das transmissões, mas também a gerência de toda a estrutura de canais pagos da TDT.
  • Serviço de TV por subscrição por satélite.
  • Serviço de TV por subscrição por IPTV.
  • Está implementando uma grande rede de fibra óptica, que poderá fomentar o surgimento de mais um serviço televisivo, que poderá concorrer com a ZON.
  • Poderá ser uma grande accionista do canal de TV generalista que é o campeão de audiência.

Será que a Autoridade da Concorrência está em férias?

2 responses to “A possível entrada da PT na TVI: Autoridade da Concorrência em férias?

  1. O problema não é da Autoridade da Concorrência. Isto vai aumentar a concorrência e não dimunuí-la. Uma empresa apostar numa integração vertical tem racionalidade económica, e nada impede que a ZON ou a Sonae.com façam acordos entre elas, ou com a Impresa, ou com a Cofina. è isso que quer dizer a palavra concorrência. Sobretudo para um Grupo que pretende expandir-se inda mais no mercado de língua portuguesa usando-o como uma alavanca de escala. Concorrência não é impedir o crescimento dos melhores. O grande problema é que alguns confundem protecção da concorrência com manutenção do status quo.

  2. Realmente, no caso da TVI, a Autoridade da Concorrência não se pode manifestar. No entanto, assim como proibiu que participasse dos concursos para a TDT qualquer empresa que detivesse mais de 50% de uma plataforma televisiva, a Autoridade da Concorrência poderia começar a observar que está a ser formado um monopólio na TV comercial. Isso poderá eliminar a concorrência num futuro próximo, pois apenas um grupo terá condições de oferecer serviços que envolverão canais digitais terrestres, canais por IP, satélite e fibra óptica. Isso sem falarmos na distribuição dos sinais e na gestão de conteúdos de canais regionais da TDT.
    A PT faz a parte dela de forma competente, mas é preciso lembrar que qualquer tipo de concentração é ruim para o país e para os seus cidadãos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s