5º canal: e agora?

O mercado aguarda ansiosamente a decisão do Governo sobre o 5º canal, após a decisão do Tribunal que garantiu a manutenção da deliberação que acabou por chumbar as candidaturas da Zon e da Telecinco.

Será que vão iniciar um novo concurso público, ou vão desistir da atribuição de mais um canal generalista na TV digital?

4 responses to “5º canal: e agora?

  1. E agora… NADA.

    O não se passar”NADA” permite que a TDT continue pouco ou nada atraente.
    O “NADA” permite que o MEO vá angariando mais uns milhares de assinantes.
    O “NADA” permite que cada vez haja menos força da anterior maioria que recebia sinais por via hertiziana, à medida que vao aderindo a pacotes pagos.

    O “NADA” é sinónimo da fraqueza portuguesa, da inoperância das entidades, da preguiça das populações e da falta de coragem de todos os outros (excepção para os corajosos que tentaram construir o projecto Telecinco).

    E com esta situação, a PT vai prosseguindo o seu caminho de total domínio do panorama “media” em Portugal. Silenciosamente.

  2. Sucesso da TDT é assim, Portugal que temos, não vamos ter nada daqui para frente. Só os nossos bolsos que sai para UMA TV o 5º Canal… Nada… e Vergonhoso com os CANAIS que temos, os 4 Misérias. Ainda vão Continuar até Quando… ( Abril 2012 ) ? A Sério …

  3. Só acho que talvez seja melhor para todos nós e para o desenvolvimento da TDT em Portugal que a PT seja de vez comprada pela telefónica…
    Já não há pachorra.
    São 21 países com a TDT a funcionar e aqui as pessoas nem sabem que existe. Parece segredo de estado.
    E as 3 do costume já “decidiram” que não há espaço para uma 5ª televisão.
    Que miséria… Em Espanha 23 canais nacionais, 2 regionais e entre 6 a 12 locais por habitante.
    Mas porque temos sempre de ser os desgraçadinhos da Europa?

  4. Só gostava de chamar a atenção que não estamos a pedir mais do que o que está prometido! O programa deste Governo contempla o seguinte:

    “…concluir «o processo de operacionalização da televisão digital terrestre, definindo o modelo de desenvolvimento da plataforma de acesso livre, com base numa oferta ampliada de serviços de programas…”

    Para mim, isto significa aumento da oferta existente na TDT. Por que estão todos calados? De que estão à espera? O apagão é em menos de 2 anos e faltam incentivos para a migração se concretizar.

    http://www.anacom.pt/render.jsp?contentId=991673

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s