Observações sobre a TDT em Alenquer

A ANACOM destacou hoje, em seu site, que o processo de migração para a TDT em Alenquer foi concluído com sucesso. No entanto, alguns detalhes colocam em dúvida tal afirmação. São eles:

  • 80% da população de Alenquer recebe sinais de TV por subscrição, ou seja, não assistem à televisão digital terrestre, conforme informou o Público.
  • A respeito dos demais cidadãos que recebem os sinais televisivos via terrestre, e que contabilizam 20% da população, há controvérsias sobre as informações que dão conta que eles ficaram sem o sinal analógico. Na realidade, muitas áreas de Alenquer são cobertas pelos sinais do retransmissor de Montejunto, conforme já demonstramos neste blog.
  • A realidade de Alenquer é muito diferente da média do país, onde 45,3% da população não possui serviços TV paga em casa, conforme dados da Universidade Lusófona.
  • Além disso, quando ocorrer o apagão analógico, apenas o sinal digital estará activo, diferentemente do que ocorre em Alenquer.

A ANACOM afirmou ainda, que “a forma como decorreu e culminou o processo em Alenquer demonstra que a migração para a televisão digital terrestre pode acontecer de forma tranquila, sem sobressaltos, e sem que as populações deixem de ver televisão, como sempre fizeram ao longo de várias décadas”.

Será que o processo em Alenquer garante mesmo tal tranquilidade?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s