Freguesia de Orbacém resolve por conta própria o problema da falta de sinal da TDT

Um leitor do blog publicou um link para uma notícia que divido com todos:

A Junta de Freguesia de Orbacém, em Caminha, investiu 7 mil euros e instalou um repetidor por conta própria. 300 pessoas foram beneficiadas.

A notícia foi publicada no site da Rádio Geice FM e diz o seguinte:

“Numa altura em que o “apagão analógico” está a gerar controvérsia em vários concelhos do Alto Minho, a Junta de Freguesia de Orbacém, em Caminha, decidiu pela segunda vez na história resolver o problema da captação do sinal de televisão pela sua própria mão. Precisamente no não receber o sinal analógico, há cerca de 14 anos a autarquia decidiu instalar na localidade um pequeno retransmissor, que permitia que os 4 canais de televisão chegassem a toda a freguesia. Agora que chegou a televisão digital terrestre, só foi preciso mais um investimento para adaptar o material já existente e garantir que o sinal de televisão continue a chegar aos cerca de 300 habitantes de Orbacém, como disse à Geice o autarca local, Amadeu Brito.  

Para além de Orbacém, o sinal chega ainda a parte das freguesias de Gondar, e também a Amonde e Freixieiro de Soutelo, já em Viana do Castelo. Na conversão do material foram investidos cerca de 7 mil euros, uma verba que fazia falta à Junta de Freguesia que, no entanto, acredita que com esta medida vai também contribuir para o bem-estar da população local, maioritariamente idosa, e com pouca capacidade financeira para fazer face aos custos da recepção do sinal de televisão por satélite.”

3 responses to “Freguesia de Orbacém resolve por conta própria o problema da falta de sinal da TDT

  1. A TDT é uma vergonha. O dinheiro tem que sair de algum lado. É a única coisa que interessa. As pessoas são o que menos importa.

  2. Informação da própria ANACOM (resposta dada a um pedido para receber a RTP, SIC e TVI por satélite, de forma livre):

    “Agradecemos o seu contacto e informamos que analisámos a sua comunicação sobre televisão digital terrestre (TDT). Sobre a questão que nos colocou, vimos pelo presente transmitir-lhe alguns esclarecimentos que entendemos úteis. Com efeito, os quatro canais nacionais são transmitidos via satélite de forma encriptada, no sentido de garantir que estes apenas estejam acessíveis a residentes no território nacional. Tal procedimento deve-se ao facto de, no âmbito das respetivas emissões, serem transmitidos conteúdos protegidos por direitos de transmissão. Estes direitos são transacionados por referência ao número de potenciais espectadores (variando o preço de forma diretamente proporcional ao número de espectadores que poderão aceder aos conteúdos), o que justifica que os canais através dos quais são difundidos os conteúdos a que respeitam não possam ser emitidos em sinal aberto. Neste contexto, e para aceder aos quatro canais nacionais através da TDT, recomendamos, em primeiro lugar, que confirme junto da PT Comunicações qual o tipo de cobertura disponível na sua área de residência. Poderá fazê-lo através da página http://tdt.telecom.pt/ ou ligando para o número gratuito 800 200 838. Se obtiver informação de que reside numa zona com cobertura TDT, para poder ver televisão através do sinal digital terrestre, bastará, em princípio, que tenha um televisor compatível ou, não o tendo, que adquira um descodificador e o ligue à sua televisão. No caso de televisões mais antigas, antes de adquirir um descodificador, deverá verificar junto do vendedor as possibilidades de ligação às mesmas. Em algumas situações, os utilizadores poderão também ter de reorientar ou trocar a antena de receção do sinal. Se, pelo contrário, obtiver informação de que reside numa zona com cobertura via satélite (DTH), para se preparar para a TDT deverá adquirir o Kit TDT Complementar vendido pela PT Comunicações. Este Kit inclui descodificador, telecomando, cabos de ligação e smartcard. Caso não tenha nenhum serviço de televisão por subscrição na sua residência, poderá adquirir o primeiro Kit TDT Complementar pelo preço de 77 euros, sendo-lhe posteriormente reembolsados pela PT Comunicações 37 euros, no prazo de cerca de um mês. O valor a suportar pela aquisição do primeiro Kit TDT Complementar fica, assim, em 40 euros. Se pretender, pode ainda solicitar a instalação dos equipamentos à PT Comunicações, que deve assegurar esse serviço pelo valor máximo de 61 euros (este valor inclui já o preço da antena parabólica). Para mais informação, visite a secção “Televisão Digital” do nosso Portal do Consumidor em http://www.anacom-consumidor.com/home/televisao-digital.html.”
    NOTA FINAL: Infelizmente não posso receber os canais portugueses de forma livre; felizmente recebo 3 000 canais livremente vindos dos quatro pontos do mundo. É assim que a ANACOM defende e protege a cultura portuguesa: NOJENTOS !!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s