Canal Parlamento: assunto esquecido

Já não se ouve falar sobre a migração do canal do Parlamento (ARTV) para a TDT. Será que desistiram da ideia?

 

Anúncios

7 responses to “Canal Parlamento: assunto esquecido

  1. Ora viva caro Sergio!
    Já vi que como passaste a estudar “outras” matérias que anddas “distraido”! 🙂
    http://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c3246795a5868774d546f334e7a67774c325276593342734c576c756156684a5358526c65433977616d77794e544d7457456c4a4c6d527659773d3d&fich=pjl253-XII.doc&Inline=true

    Está ali tudo no papel! Agora entre o papel e a realidade por vezes é uma eternidade. Mas sinceramente o que me preocupa realmente neste momento é a privatização da RTP. Ao que parece a privatização de 1 canal e posterior fecho de outro é a cada dia que passa uma realidade.
    Ou seja RTP 1 privada, RTP 2 fechada e RTP Infomação passa para a TDT. Ou seja 4 canais na TDT na mesma: Canal Privado (RTP 1), SIC, TVI e ARTV. Ou seja tudo muda para ficar na mesma ou na minha opinião muito pior o destruir de vez do serviço público de televisão.
    É urgente o alerta geral para estas jogadas que o ministro mais tenebroso deste governo o turbo-“licenciado” Relvas se prepara para fazer. É muito grave o que se está a preparar.

  2. Ola Antenis,
    Realmente a questão da RTP é preocupante. Já há inclusive rumores de que serão vendidos os dois canais. O problema é que os processos não são transparentes.
    Quanto ao canal do Parlamento, eu me estava a referir justamente à parte prática do caso. Está tudo certo no papel, mas quando as coisas serão efetivadas?
    Sinto-me um pouco frustrado com a TDT pois, apesar de tudo que falamos, nada foi feito e as pessoas continuam a ter uma TV com poucos canais e -o pior – com uma qualidade de imagem lamentável.

    Um abraço.

  3. A TDT poderá acompanhar a DAB dentro de alguns anos. Esta semana a ERC reconheceu e efectivou o fim da rádio digital (DAB) e só não encerrou também a onda curta definitivamente por falta de estudos mais concisos. Encerradas estão também as emissões regionais autónomas a partir dos centros regionais do Porto, Coimbra e Faro da Antena 1.
    Entretanto esta semana a PT consegue 400 milhões de euros por empréstimo obrigacionista das mãos dos portugueses que adquiriram aquele produto financeiro.
    A PT tem demasiado poder e é só uma questão de uns anos para decidir encerrar a TDT. É só invocar falta de receitas e mercado inexistente para que a ERC e a Anacom lhe aceite de volta a licença do sinal TDT.
    Entretanto um canal que era gratuíto para todos os portugueses que tivessem net A BOLA TV vai passar a ser canal exclusivo meo.
    É uma luta perdida… Somos poucos a denunciar e nem sequer estamos unidos.

  4. Temos o poder do voto Antenis. Mas sei que é uma batalha difícil e o facto de não estarmos unidos agrava a situação. Mas não podemos deixar de lutar por uma sociedade mais justa. Temos que fazer a nossa parte, como, aliás, temos feito. Os resultados são poucos, mas ainda assim tivemos algumas vitórias.

  5. Acho que não temos praticamente nenhuma vitória. O reforço do sinal da TDT mais não é do que a continuação descarada de montagem da rede bem para além da data prevista por lei Dezembro de 2010.
    A SFN foi um erro e Espanha está a corrigi-lo por exemplo.
    A ARTV não é mais doque uma aposta pessoal da presidente da A.R. que por acaso e vindo da 2ª figura do Estado vai demorar quase 1 ano a implementar.
    A RTP está e sempre esteve contra o interesse público em todo este processo. Todos os canais estatais em todos os países estão disponíveis livremente na TDT. Cá têm de ser pagos para se ver porque “somos todos ricos”.
    O poder do voto é zero a partir do momento que a maioria estará sempre ao centro seja ele laranja ou rosa.
    A TDT é residual. Em 10 casos que perguntei recentemente só 2 têm TDT. Ou seja bate quase certo (por excesso de 10%) com os mais de 70% de tv paga que o país terá por esta altura.
    A única coisa que faria avançar a TDT é se entrasse algum grupo estrangeiro com forte capacidade de querer meter mais canais no ar.
    E a cada dia que passa o mercado (audiências x publicidade) da TDT é cada vez menor. Estaremos cá quando formos um dos primeiros países a fechar a TDT.

  6. 70% do país com TV paga? Isso é um exagero de todo o tamanho! E nem é preciso ir para fora do centros urbanos para verificar isso: em qualquer cidade de média dimensão, mesmo naquelas onde há operadores de cabo e IPTV, é muito fácil encontrar mais pessoas com TDT do que com canais pagos. Por isso é que os números dos Meo’s e das Zon’s deviam ser investigados, porque no estado em que a economia está, com o desemprego a aumentar, é no mínimo estranho que o número de clientes dessa gente continue a aumentar.
    Quanto à TDT acabar, outro exagero. Se porventura isso viesse a acontecer o país entraria em guerra civil: podem tirar tudo às pessoas mas a televisão é que não. Para além de se calhar ser inconstitucional.

  7. Este canal não vale nada… para ouvirmos aldrabões na TV? Já não bastam os noticiários?
    Não me faz diferença. Ahahah! 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s